top of page
  • Intégra Odontologia

Gengivite, seu corpo em perigo!

Um processo inflamatório enganosamente inocente e indolor que, da gengiva, pode se alastrar para o resto do corpo.



Seu corpo pode estar inflamado por causa de uma gengivite.
Gengivite

A gengivite e a doença periodontal são condições que afetam as gengivas e podem ter sérias consequências para a saúde geral, inclusive em relação a riscos para endocardite, diabetes, AVC, infarto e câncer.


A gengivite é o estágio inicial da doença periodontal e ocorre quando as bactérias na placa dental causam inflamação nas gengivas, levando a sintomas como sangramento durante a escovação e mau hálito. Se não tratada, a gengivite pode progredir para a doença periodontal, que é uma condição mais grave.


Na maioria dos casos, a inflamação na gengiva começa devido ao acúmulo natural de biofilme, a placa bacteriana que pode mineralizar e virar tártaro.

O único jeito de conter esse processo é escovando os dentes e passando fio dental regularmente. Mesmo assim, as bactérias ainda conseguem montar acampamento, reforçando a necessidade de uma inspeção e uma limpeza na cadeira do dentista de tempos em tempos.


A relação entre gengivite/doença periodontal e esses problemas de saúde mais amplos reside na disseminação das bactérias e inflamação das gengivas para o restante do corpo. Aqui estão os riscos associados:

  1. Endocardite: As bactérias da boca podem entrar na corrente sanguínea através das gengivas inflamadas e atingir o coração, causando endocardite, uma infecção cardíaca potencialmente grave.

  2. Diabetes: A gengivite pode afetar o controle do açúcar no sangue em pessoas com diabetes e, ao mesmo tempo, o diabetes mal controlado pode aumentar o risco de desenvolver gengivite e doença periodontal.

  3. AVC (Acidente Vascular Cerebral): A inflamação crônica nas gengivas pode contribuir para o estreitamento das artérias, aumentando o risco de AVC.

  4. Infarto: Da mesma forma, a inflamação das gengivas está relacionada ao estreitamento das artérias coronárias, o que pode aumentar o risco de ataques cardíacos.

  5. Câncer: Embora a relação seja mais complexa, a inflamação sistêmica torna o meio corpóreo levemente ácido e isso aumenta o risco de certos tipos de câncer.


Predisposição genética...

A higiene bucal inadequada está indissociável da doença periodontal, mas o fato é que uma predisposição genética pode estar por trás de sua evolução. Quem tem parentes de até terceiro grau que perderam os dentes de maneira precoce deve fazer exames preventivos com maior frequência.


Estudos nos mostram que é justamente o estado de inflamação crônica e sistêmica que interfere no equilíbrio da saúde geral do corpo.

É essencial entender que a saúde bucal está intrinsecamente ligada à saúde geral. A prevenção da gengivite e da doença periodontal, por meio de uma boa higiene oral e visitas regulares ao dentista, é fundamental para evitar esses riscos para a saúde. Portanto, cuidar das gengivas não é apenas sobre um sorriso bonito, mas também sobre manter todo o corpo saudável e prevenir potenciais problemas graves.


21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page